Dançar com a minha sombra

Posted: Sexta-feira, Junho 6, 2008 in Pensamentos, Videos
Tags:

Há dias melhores do que outros, há sempre particularidades que nos machucam de mais. Eu não sei definir as minhas!

Procuro ouvir o que digo dentro de mim e nem por isso consigo ouvir o meu sussurrar. Tento perceber se o que quero está dentro de mim ou se tenho de o ir procurar.

Encho-me de questões e nas respostas afundo-me todos os dias. Uns dizem “pensas de mais!” eu sinto que penso de menos… quero poder fazer alguma coisa. Oxála depende-se de mim as mudanças que enfrento!

Hoje não me sinto minimamente com fé!

O silêncio engole-me e faz-me crer que pouco resta. O que sobra nem para alimentar os cães dá! Sinto que não há qualquer sentido no que escrevo, mas procuro incansavelmente escrever sem pensar.

Terá que ter lógica!!!???

Ao que sinto ninguém responde, apenas perguntam o que é!! Ao que eu olho poucos vêem, pouco enxergam, poucos sentem!!

Não sei minimamente o que quero dizer com isto tudo!! Ás vezes apetece-me mandar tudo para trás. Que se lixe!!

Recomeçar, recomeçar e recomeçar! Cansada estou eu de presentear o mundo com sorrisos e ironias… acho que por vezes estou mesmo é sendo cínica comigo mesma!

Ontem pus-me a pensar nos últimos 5 anos que passaram… como a minha vida deu voltas gigantescas e agora sinto que voltei à mesma estaca, ao recomeço!

Serviu-me de lição a dôr e a mágoa!!?? Serviu para aprender os trilhos que deveria tomar!? tenho sempre aquela sensação que apenas sei o que não quero… ora!! Já deveria ser suficiente, não!? Mas acabo sempre por chegar ao mesmo ponto! Vejo-me sempre a calar sentimentos, a afogar revoltas,a desejar o que não tenho e a esperar que “aquele” dia chegue!!

– Que dia?!

– Sei lá!

Não conheço a sua côr… não conheço o seu cheiro, mas sei de ante mão que irá passar por mim e eu deixarei escapar! Por cobardia!!!!

Sempre por cobardia!

Já não sei do que fujo. Se da minha dor ou da dor dos outros…

Que se dane!!! Será que posso verbalizar sem ter de ser punida!! Quero apenas falar, deixar as coisas banais para trás… ser indiferente à normalidade. Não sou poeta, nunca o serei… não vejo nas palavras qualquer sentido para descrever seja o que for!

Posso sempre pensar!!?? Posso sempre retrair o verbo mas deixar voar as ideias…

De nada me serve!

Eu de encontro ao EU… Piada!

Bem hajam

A.C.

DAZKARIEH – ROSA DE LAVA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s