Home Alone

Posted: Sexta-feira, Julho 25, 2008 in Pensamentos

O coração é uma caixa

É a casa dos meus sentimentos

Há dias que nada se encaixa

E perdem-se com os tempos

Uma dor cá dentro sorrateira

Sei que ela não me perdoa

Pensa que não sou verdadeira

E faz tudo para que doa

Tenho pena da raiva

que me assalta sem perdão

Desejo uma dádiva

que me salve a oração

Quero fugir para dentro de mim

Rumo ao Eu que penso

Não vejo o fim

Deste retrocesso.

A.C.

Às vezes a vida dá uma volta ao contrário, como aqueles passos de dança que nunca acertamos. Pondera-se sobre o futuro e os novos tempos que avançam, o medo da solidão e de não ter perdão faz nos vibrar… mas mesmo sem saber, exactamente, para onde caminho… conheço as estradas por onde vim e sei o que há ali.

Não pretendo perdão daqueles que firo… sem que alento não lhes dou com o meu sofrimento! Apenas pressinto que um dia a mais seria a minha perdição e que precisaria de mais 24 horas no mesmo dia para conseguir ter tempo para ponderar!

Estar só é uma virtude que poucos conhecem… é saber amar-nos e percebermos do que necessitamos e eu preciso, novamente, de mim…

Ana Coelho

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s