III Capítulo

Posted: Quarta-feira, Agosto 13, 2008 in Concertos, Eventos, Fotografias, Música
Tags: , , , , , , ,

Eram 11hoo da manhã e as princesas já estavam de pé… Na verdade acordamos com os habituais FO__-Se. Uma cambada de gente “mal instruida” é o que é!

Arrumamos tudo e seguimos em direcção… “Indo eu, Indo eu, A caminho de Viseu!” Não encontramos lá o amor mas fartamos-nos de dançar.

Frase da semana: “Danças?”

Após uma hora numa fila ao Sol para colocar uma pulseira, de um amarelo fluor maricas, lá fomos montar o Palácio Verde, no meio de uns pinheiros que ficavam num terreno cheio de MINAS!!! Um autêntico desafio para quem à noite não possuía lanterna.

Após instaladas e com um humor de cão, pois estávamos hiper mega cansadas de carregar as malas e as tralhas que davam para um mês nos Polos, fomos recebidas pela organização com sorrisos.

workshop de malabares

Fome… Temos FOME!!! Era a única coisa que me ocorria pensar naquele momento…Fomos para o recinto onde fui surpreendida por uma vida fascinante de cores, cheiros e alegria.

Aproveitamos o resto do dia para começar a praticar os passitos de dança, encontramos alguns amigos e alinhamos com o Hidromel… que eu recomendo para quem está constipado, ou não tem dinheiro e quer apanhar uma bezana.

Na verdade a noite acabou com eu a Poca a irmos todas tortas, MAS ALEGRES, para a tenda, de lanterna em punho a rir às gargalhadas.

Enfim… A converseta durou mais uma hora sem grande desenvolvimento, pois nada mais se podia esperar depois de perguntar as horas a Poca e ela responder com um ar tranquilo “Epá, liga para o 118 e pergunta as horas!” (LOLOLOL), entre outras asneiras que proferimos, mesmo ao lado de um casal de espanhóis com uma criança de um ano que acordava as 08h00 da manhã a “grunhir” coisas do género “pica, pica, pica” que me levou a despertar do sono com “?porque no te calhas?”.

Workshop de didgeridoos

Workshop de didgeridoos

Mas graças ao estupor da criança, acordamos a horas de ir fazer o workshop de construção didgeridoos, dado por um novo amigo o Rodrigo que adorei conhecer.

Foi uma manhã inteira a combater a perfeição e a tentar compreender como tal ferramenta musical é mais fácil fazer do que tocar.

Com pouco material, nada especializado, apenas a criatividade de reaproveitar material, que normalmente colocamos no lixo. Sucesso garantido, eles tocam mesmo.

Rodrigo, professor e novo amigo, com uma paciência de santo

Rodrigo, professor e novo amigo, com uma paciência de santo

Poca empenhada... aquela maldita fita

Poca empenhada... aquela maldita fita

Algum material necessário para a construção dos didgeridoos

Algum material necessário para a construção dos didgeridoos

Resultado final... Optimo

Resultado final... óptimo!

Depois da bricolage fomos à procura do almoço. Desta vez fugimos às massas e procuramos comidita vegetariana, para variar no paladar!!

Poca com a papa boa

Poca com a papa boa

Logo a seguir nada como ter mais uma aulita com o Rodrigo, para aprendermos a tocar o fabuloso instrumento que de manhã tínhamos criado. E mantenho o que disse anteriormente é mais fácil de construí-lo do que lhe sacar algum som!

Para surpresa do professor, éramos mais de 20 o que se tornou complicado, mas todos saímos de lá a tocar.

Depois de aprendermos tudo o que tínhamos a aprender, ainda estivemos com o Ricardo (Cajó) que estava de partida, para a Califórnia.

Que inveja sr. Professor!

Enfim… Andamos por lá, cheias de vontade de nos divertirmos, o que conseguimos.

Conhecemos um casal de Évora, muito simpático, que como nós andavam à procura do famoso Poço Azul.

E como eu sempre ouvi dizer… “quem se mete atalhos mete-se em trabalhos” e fomos parar a uma mata junto de uma ribeira que, apesar de gira, estava longe de ser o Poço Azul.

Lá encontramos alguém que nos soube dizer onde era o Poço Azul e digo-vos… que paraíso! Apesar de estar um dia “tosco” a Poca não se conteve e teve que se banhar na água gelada daquele brilhante refugio!

Combinamos as duas que voltaríamos lá mal o pessoal chegasse, pois era como se tivéssemos encontrado um tesourinho.

Nesta foto está o Pedro que nos recebia, sempre à entrada do recinto, com o seu amigo coelho, que é uma linda peça artesanal à qual dou já os parabéns pelas expressões conseguídas. O mais giro é que nas mãos do Pedro ele ganhava mesmo vida!

Pedro e o coelho

Pedro e o coelho

Aqui está o Poço Azul… brutal não é!?

Poço Azul...

Poço Azul...

Alguns dias passaram, a Poca já estava a sentir saudades da sua gaita que vinha a caminho com as Ritas e com o André. Eles chegaram atrasados para aquilo que tinham combinado… Também quem é que vos manda confiarem no TOM TOM!? IP3!?? Qual IP3… pá!!!

Com o forte calor que se fazia sentir depois de almoço, não foi difícil convencer os Tom’s Tom’s a irem connosco ao Poço.

Cinco alminhas maravilhadas era o que era… Depois de tentarmos entrar dentro da água gelada sem proferirmos qualquer palavra menos correcta, que garanto que nos custou muito, lá demos umas braçadas e aventurámo-nos pelos calhaus, à procura do André que entretanto já tinha desaparecido atrás das sereias…

As 2/3 Ritas...

As 2/3 Ritas...

Entre banhos gelados, perdas de equilíbrio e o medo que a Rita se voltasse a aleijar no pé… lá conseguimos chegar a um local (onde não pude levar máquina), que era um verdadeiro precipício num rochedo inclinado onde nos deitamos ao Sol, ignorando todo o caminho que tínhamos deixado para trás.

Preocupada eu…!?? Não, estava com 3 enfermeiros… que mal é que me podia acontecer!!!??

Eu e o meu par (André) de Tango

Eu e o meu par (André) de Tango

De regresso ao recinto, procurávamos a tranquilidade da relva… Junto daqueles que continuavam a animar.

Era, confesso, sempre a pior hora do dia… aquela que nos ataqua com moleza e nos deixa assim… desejosos de fechar os olhinhos!

Tardes a lagartar

Tardes a lagartar

Na hora da perguiça

Na hora da preguiça

“Vamos à praia?” perguntava alguém e os outros seguíam sem questionar para o imenso verde do Poço que por por sua vez é Azul… lololol que confusão!

Hora de ponta no Poço

Hora de ponta no Poço

Em Paz com a natureza

Em Paz com a natureza

Quem ficava no recinto divertia-se com as mil e uma actividades que o Andanças oferece, para todas as idades!!

Escalada das crianças

Escalada das crianças

Cá está a Poca armada em peixa…

Rock and Roll no Poço Azul

Rock and Roll no Poço Azul

Algumas das imagens que nos ficam gravadas na memória… a Natureza é mesmo fantástica!!

Poço Azul

Poço Azul

Passear pelo “mercado” do Andanças é uma experiência e pêras… Mal se fala português e tens contacto com imensas pessoas fantásticas e imaginativas…

A minha mãe é que não achou piada às roupas, ou como ela diz “aos trapos”, que vieram a mais na minha gigantesca mochila!

"trapinhos"

Proteje-nos o céu

Protege-nos o céu

À Roda

À Roda

Mas na verdade estávamos ali todos para o mesmo… Dançar e divertirmo-nos muito! Quanto a isso só posso dizer: PROVA SUPERADA!

Danças!?

Danças!?

Aprender a "tocar" didgeridoo

Aprender a tocar

Quanto às noites… um verdadeiro dilema!!! Com o frio tínhamos que decidir a quantidade de roupa que estavamos dispostos a carregar, quando começássemos a dançar.

Quem não aquecia com as danças, ia assistir ao show de verdadeiros artistas que nos prendem o olhar às bolas de fogo que agitam…!

As noites entre labaredas

As noites entre labaredas

dança do fogo

dança do fogo

Yoga do Riso… bem não foi algo que realmente adorei fazer ou assistir, mas achoq ue faria bem a muita gente que já não sabe sorrir😉

Yoga do Riso Ah Ah Ah

Yoga do Riso Ah Ah Ah

Energias

Energias

Carvalhesa

Carvalhesa

Em chamas

Em chamas

Workshop de Dança do Ventre

Workshop de Dança do Ventre

Final da Noite

Final da Noite

Final da Viagem… OH Meu DEUS!!

O meu carro, onde está o meu carro!? São todos iguais…

Bolas… Cof Cof!

Estávamos repletas de pó… toda eu era pó! Desejei diversas vezes ter um botão no carro que ao carregar fizesse o mesmo que os cães fazem: sacudir-se!

Desde do estacionamento ao alcatrão era um inferno… pois o calor era insuportável e tínhamos de ir de janelas fechadas.

Foi uma verdadeira aventura chegar a Almada no PóMobil!

Quando parei à frente de casa, a minha mãe estava de mangueira em punho para me dar com água… lolol

E dela só ouvi quando pedi para me sentar um bocadinho: “Assim não sentas em lado nenhum… entras pela pora dos fundos directa para a banheira” e claro tive que obedecer!

Fim do PÓ

Fim do PÓ

Nestes dias que estive fora estive e encontrei e conheci amigos maravilhosos. Entre eles estão as Ritas, a Inês, o André e o Omar (PASTA, PASTA).

Só o “Xenhor Xabe a bontade que tínhamos de seguir para os picos com vocemesses!”

Esperamos agora jantarada!!! COM PROTEINAS!!!!

Fotos exclusivas da actuação de Cornes:

A actuação destes moçoilos foi no sábado à noite e foi genial!!! Não por serem um grupo de amigos, mas também porque realmente têm prazer naquilo que estão a fazer.

Eu aconselho a todos a irem assistir a um espectáculo dos Cornes e a tecerem as suas próprias opiniões, vão ver que não vos levo ao engano.

E para que se saiba… “Eu é que durmo com a gaiteira!”

Beijocas a todos e até à próxima dança

Ana Coelho

Cortes - Palco 4

Cortes - Palco 4

Afinanço

Afinanço

Tiago e Jorge em Cornes

Tiago e Jorge em Cornes

Tiago Esteves

Tiago Esteves

Gaiteiros de Cornes

Gaiteiros de Cornes

Chico e Rita

Chico e Rita

Tudo louco ao som de Cornes

Tudo louco ao som de Cornes

Inês, Chico e Rita

Inês, Chico e Rita

Inês Gonçalves - Gaiteira e Cornes

Inês Gonçalves - Gaiteira e Cornes

Inês e Chico

Inês e Chico

Chico

Chico

Comentários
  1. Inês Gonçalves diz:

    Ó minha caralhaaaaa… realmente, não me podias pôr uma foto em que eu estivesse menos feiosa?! Lololol… tou a gozar páááááá, essas ficam para o myspace🙂 Obrigada pelas fotos e por estas quase duas semanas fantásticas! Para o ano há mais, tipo vamos a Paredes, vamos também a Vilar – se houver – e seguimos para o Andanças, mas podemos passar também pelo Intercéltico de Sendim (só mesmo porque nunca lá fui) eheheh.

    Beijocas da gaiteira com quem dormiste quase duas semanas :p*******

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s