SuperBock em Stock

Posted: Sexta-feira, Dezembro 5, 2008 in Concertos, Eventos, Música, Videos
Etiquetas:, ,

Foi sem dúvida foi um sucesso está primeira edição do SuperBock em Stock. Um modelo a que só estamos habituados no IndieLx e no Fantasporto mas que adaptado à música teve imenso sucesso.

O público aderiu e as salas de espectáculo da Avenida da Liberdade receberam imensas pessoas que andavam a atravessar a avenida de um lado para o outro, sem ser em hora de ponta.

Vi grandes espectáculos, entre eles: José James, Pontos Negros (estes gajos são uma MOCA!), El Pero del Mar, Marcelo Camelo (que me surpreendeu pela positiva) e The Walkman (que à segunda música conseguiram por todo o público de pé com a The Rat).

Aqui fica o vídeo:

The Walkman – The Rat

You’ve got a nerve to be asking a favor
You’ve got a nerve to be calling my number
I know we’ve been through this before

Can’t you hear me
I’m calling out your name
Can’t you see me
I’m pounding on your door

You’ve got a nerve to be asking a favor
You’ve got a nerve to be calling my number

Can’t you hear me
I’m beating on your wall
Can’t you see me
I’m pounding on your door
Can’t you hear me
While I’m calling out your name

When I used to go out I would know everyone that I saw
Now I go out alone if I go out at all
When I used to go out I’d know everyone I saw
Now I go out alone if I go out at all
When I used to go out I’d know everyone I saw
Now I go out alone if I go out at all

You’ve got a nerve to be asking a favor
You’ve got a nerve to be calling my number
I’m sure we’ve been through this before

Can’t you hear me
I’m beating on your wall
Can’t you see me
I’m pounding on your door

Um concerto que adoraria ter visto, mas não há tempo para tudo e temos que definir um percurso e foi isso que fizemos. Ficou por ver Zita Swoon e Lykke Li.

Lykke Li – Litle Bit

 

P.S. – Obrigada meninas por terem se dedicado de Alma e coração à Radar para conseguirem bilhetes para o pessoal!

 

Momentos interessantes:

Para varia há sempre momentos que são inesquéciveis por serem completamente rídiculos aqui fica alguns que se passaram comigo.

  • Comprei uma água e a rapariga do bar, que se encontrava à entrada da sala do Tivoli, tirou-me a tampa da garrafa… dou dois passos para o lado direito para entrar na sala para assistir ao concerto de José James e sou interpelada por um segurança que me diz que não posso entrar a beber (ou seja com a garrafa de água aberta). Ou seja fiquei no limbo!!!
  • Fila para ver X-Wife (que acabamos para não ver) à porta do Teatro Variedades. A 5 pessoas de entrar o segurança vem ter connosco e diz que a sala estava a abarrotar ninguém mais ia entrar para as pessoas se dirigirem para o Maxime. Estranho… no preciso momento recebo uma mensagem da Sónia que já se encontrava lá dentro a dizer “Entram ou não!? Há muito espaço cá dentro!”.  Seria ironia? Como vêm às vezes não bate a bota com a perdigota!
  • Final do concerto dos The Walkman, última banda a tocar ontem no Tivoli, o público pediu uncore, mas os gajos da organização deram-nos Buraca Som Sistema… Sem comentários!!!
  • À saída de José James, uma rapariga queria ir fumar e vai a sair do Tivoli, o segurança disse-lhe que não poderia sair com a cerveja na mão. Impasse: Lá dentro não podia fumar mas podia beber, lá fora podia fumar mas não podia beber… quem venceu? A cerveja claro, pois o cigarrito ficou para sobremesa.
Anúncios
Comentários
  1. Sónia Dias diz:

    Decididamente a segurança leva uma grande negativa!! Vocês não puderam beber dentro do Tivoli no concerto de José James, mas no concerto de de The Walkeman estavam todos a beber cerveja dentro da sala. Eu própria só não fui buscar uma cerveja para não perder um segundo do concerto. No concerto de Lykke Li houve malta q subiu para o palco, no de Ex Wife o vocalista convidou o público a subir e os seguranças não deixaram (ambos os concertos aconteceram no Variedades). Mas ainda na entrada para Ex Wife o segurança não nos queria deixar entrar, sem nos dar qq tipo de explicação, depois deve ter percebido q tinha feito porcaria e eproveitou q sairam umas pessoas para nós entrarmos. Chegámos lá dentro e não nos deixaram entrar pela porta da direita, não nos deixaram entrar pela dorta do meio… tivemos de ir pela da esq. e fazer o percurso no sentido inverso pela parte de dentro. Chegámos aos lugares da reservados para a Vodafone e tinhamos cerca de 3 metros quadrados sem ninguém reservados para pulseiras pretas… À nossa frente havia bastante espaço livre, entretanto sairam algumas pessoas e não vos deixaram entrar!!?? Ridículo! E ainda houve a cena com aquele segurança bronco do Maxime, q teve de engolir um grande sapo qd foi desautorizado pelos empregados do bar. LOL

    Mas fando das coisas positivas: O concerto de Phoebe foi uma grande surpresa. A ex-vocalista dos Nouvelle Vague é uma artista completa em palco, ela é uma expert no q a interagir com o público diz respeito. A mulher é espectacular! O concerto de Jose James foi outra surpresa. Adorei!! E pensar q ele vai actuar hoje com Nicola Conte na Aula Magna e eu não vou poder ver… Q frustração! The Walkeman foi obviamente fantástico, nem queria acreditar q estava finalmente a vê-los ao vivo e não no youtube… De resto gostei mto de Santogold, Ex Wife, Lyke Li, Pontos Negros.
    E por fim, apesar de querer mto ver Zita Swoon, nunca pensei q eles fossem tão bons ao vivo. Foi óptimo recordar a voz de Stef Camil Carlens, foi a 1ª vez q vi a voz de MorticiaChair ou de Hotellounge ao vivo e adorei!!!

    Portanto mal posso esperar pela 2ª edição do Super Bock in Stock. Espero estar em Portugal na altura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s