Arquivo de Dezembro, 2009

SHUT ME UP!

Posted: Quarta-feira, Dezembro 30, 2009 in Música, Videos
Etiquetas:,

Mindless Self Indulgence – SHUT ME UP

The bass, the rock
The mic, the treble
I like my coffee black
Just like my metal

The bass, the rock
The mic, the treble
I like my coffee black
Just like my metal

I can’t wait for you to knock me up
In a minute, minute
In a fuckin’ minute

I can’t wait for you to knock me up
In a minute, minute
In a second

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

The bass, the rock
The mic, the treble
I like my coffee black
Just like my metal

The bass, the rock
The mic, the treble
I like my coffee black
Just like my metal

I can’t wait for you to knock me up
In a minute, minute
In a fucking minute

I can’t wait for you to knock me up
In a minute, minute
In a second

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

I don’t find it funny right now (right now)
Just want my ma-ma-ma-money right now (now)
I’m on my way to the party right now (right now)

I don’t find it funny right now (right now)
Just want my ma-ma-ma-money right now (now)
I’m on my way to the party right now (right now)

Because the break, the break, the break

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

I can’t wait for you to shut me up
And make me hip like bad ass
I can’t wait for you to shut me up
Shut it up

Anúncios

Alma solitária

Posted: Quarta-feira, Dezembro 30, 2009 in Amigos
Etiquetas:

A vida é sem dúvida uma coisa estranha.

Relembro uma noite, há muitos anos, uma noite bem fria onde só se estava bem junto à lareiro do Knock Out. Uns amigos tinham se reunido lá para beber um café.

Foi uma noite bem engraçada…

… depois os anos passam, as neuroses infectam as amizades, as distâncias aumentam, a saudade vai ficando e depois com a habituação fica um vazio sem nome, sem cara e sem traço. Apenas restam algumas recordações, alguns sorrisos de alguns momentos em que todos éramos uma grande família.

Hoje as famílias são outras…

Um grande beijo e um grande Ano de 2010.

Sherlock…

Posted: Segunda-feira, Dezembro 28, 2009 in Cinema, Videos

Adorei! É espectacular! E tem todo aquele to Guy Richie, muito bom!!!

Sherlock Holmes

Os famosos sonhos da mãe

Posted: Segunda-feira, Dezembro 28, 2009 in Publicações
Etiquetas:,

Sonhos de Abóbora ou Cenoura

– 750 g de abóbora ou cenoura;

– 250g de açúcar; (pode-se retirar um pouco ao açúcar)

– 250 g de farinha;

– 2 colheres de chá de fermento (fermento bolos);

– 3 ovos;

– raspa de limão ou laranja;

Coze-se a abóbora, depois de cozida pesa-se e põem-se a escorrer, passa-se pelo triturador. Junta-se à abóbora o açúcar e a farinha já com o fermento, um ovo de cada vez e a raspa, bate-se tudo muito bem, deixa-se repousar 2 horas  e fritam-se. Depois de fritos passam-se por açúcar e canela.

Depois recomenda-se um dieta rigorosa!

A.C.

Um Natal…

Posted: Sexta-feira, Dezembro 25, 2009 in Familia, Fotografias
Etiquetas:,

Acordei e já era dia 24…

Cansada dos votos natalícios só queria que aquele dia passasse! Foi o primeiro ano da minha vida que não o passei em Tomar, onde é hábito a família se reunir.

Confesso que não estava nem para aí virada! Natal não tem grande sentido quando nos sentimos tristes e deprimidos. Não havia prenda no sapatinho que me pudesse alegrar e o facto de saber isso ainda me colocava numa situação mais incomoda!

Todos os anos o meu Natal começava com a chegada a Tomar e com o meu avô à porta a nos receber sempre com um grande sorriso e a contar que tinha ido cortar o pinheirinho de Natal e que já estava tudo dentro de casa pronto para decorar. Ao entrar na porta de casa o cheiro da lareira invadia-nos os pulmões e sabiamos que o objectivo era acartar tudo para dentro dos quartos.

Os dias de Natal eram habitualmente calmos, verdade seja dita que não há muito a fazer lá na casa dos meus avós…

Mas este ano foi diferente!

O avô sem que pudéssemos esperar teve um AVC, nem queríamos acreditar que aquilo estava mesmo a acontecer. Mas não vamos falar de coisas tristes porque triste já eu fiquei e tento todos os dias acreditar que ele vai recuperar.

Aos poucos e poucos ele tem vindo a melhorar, graças a muita teimosia das filhas e da neta e aos cozinhados “enfarda brutos” que a minha avó faz para ele. Estamos todas empenhadas em pô-lo bom portanto meus amigos objectivo para 2010 o avô andar e falar!

Voltando a este Natal, fui até ao Barreiro almoçar com a mãe do Rui que faz sempre uns pitéu’s bestiais, depois como o Rui teve que ir trabalhar fui para a Charneca onde iria passar a noite de Natal.

Foi diferente mas foi divertido. Quando lá cheguei a árvore já tinha presentes, só faltavam os meus. A tia fazia companhia ao avô, que estava super bem disposto no sofá.

O que será que vai na cabeça dele?

Já na cozinha os talheres e os pratos batiam como se fizessem música, a mãe e a avó estavam a fazer os filhoses (que alguns chamam sonhos) todas contentes entre massa, canela e açúcar.

A mãe a fazer a especialidade dela... o avô adorou-os!

A avó estava incumbida de passar os filhoses pela canela e pelo açúcar e alguns pela boca nem tocavam no prato.

Só calorias

De volta à sala para uma sessão de fotos com o avô e a tia, olha que bem:

Eu sei que não estou propriamente bonita. O que importa aqui é estar com o meu avô

A tia que se farta de mimar o meu avô

Depois jantamos o habitual bacalhau e como manda a tradição o avô quis ir para a cama antes de se abrirem as prendas.

Portanto ficámos as quatro mulheres no sofá e as 20h30 decidimos que não valia a pena esperar mais pelo Pai Natal até porque ali não havia chaminé e duvidávamos que ele viesse pelo termo ventilador.

A primeira prenda arrasou logo comigo… a minha mãe surpreendeu-me e ofereceu-me uma garrafa de moscatel, Ah ah ah ah ahha!

A prendinha fabulosa da mãe

A avó gostou imenso do cachecol e do gorro que as filhotas lhe deram, eu até acho que falta uma lata de spray para grafitar paredes na mão dela.

Uma avó "paráfrentex"

A tia adorou-o… nem sei o que lhe hei de chamar. Mas gostou!

Parece uma criança!! OLOLOL

A tia, que me vai oferecer uma wacom, colocou na árvore umas luvinhas muito catitas e umas notinhas (FIXE!!!)

Money money is so funny!

Rock and Roll

A mãe que estava a ser a fotografa de serviço quis uma foto com a sua mala nova junto da mega mini árvore de Natal dos chineses, lolol!

Olha para ela tão gira!

Está bem catita… Estava era com cara que tinha ido à minha garrafa de moscatel! Ah Ah Ah!

Depois das prendas distribuidas apenas restavam debaixo daquele enorme pinheiro artificial cheio de fibras opticas as prendas do meu avô. Entretanto o avô disperta e nós abraçamos as prendas e invadimos o quarto do avô.

Uma prenda para o avô

Quarto do avô cheio de gente

Avô abre as prendas

Mais uma filha babada!

Depois fomos todas para suas casas, excepto a avó que já se encontrava em casa.

Ainda cedo e à espera que a Poquinha tivesse despachada do seu Natal, eu e a minha mãe decidimos ir pintar o meu cabelo.

Está igual! LOLOLOLOL

E foi assim o meu Natal…

… beijos e muitas felicidades para todos!

Ana Coelho

Avatar

Posted: Segunda-feira, Dezembro 21, 2009 in Outros

Um grande filme a não perder.

Não dá para ficar indiferente às cores, às sensações, aos sons enfim a tudo!

AVATAR

Fuck Off And Die

Posted: Segunda-feira, Dezembro 21, 2009 in Música, Videos
Etiquetas:

Backyard Babies

This time I think I’m gonna let it all out
Open up the book and rip the bad pages out
God I’m so sorry for the bad things I have done
Satan don’t you worry I still owe you one

So leave now cause I´m gonna stay
I´m gonna stay for judgement day
Fuck off and die! – You´re the evil in my eye
Fuck off and die! – time to say goodbye
I´m just about to get even with you
But what else can I do
When my nightmare becomes true

This time I know the bullet’s meant to be shot
A peaceful way of war to let my sad bastards rot
Hell I’ve been black n’ blue trying to paint it all white
Heaven can you hear me? I’m up for the fight

So leave now cause I´m gonna stay
I´m gonna stay for judgement day
Fuck off and die! – You´re the evil in my eye
Fuck off and die! – time to say goodbye
I´m just about to get even with you
But what else can I do
When my nightmare becomes true

last night I do regret I even got up
Said to many things hard in evil to top
Hate seems to mather to much when I´m down on the ground
Love to be collected at the lost and found