Archive for the ‘Pensamentos’ Category

Cansada,…

Posted: Quarta-feira, Outubro 13, 2010 in Pensamentos

… cansada eu estou hoje!

Dos sonhos e dos pensamentos.

Queria tanto desligar.

Desligar o pensamento.

Parar de acreditar no que não existe!

Tornar a acordar de cabeça limpa,

Sem sentimentos.

Estou cansada.

Cansada de não andar para a frente,

Estar mergulhada num mar morto.

Estou perfeitamente rendida

À desilusão dos sonhos.

Deixem-me dormir…

A.C

Anúncios

Contra factos…

Posted: Segunda-feira, Outubro 11, 2010 in Para Rir, Pensamentos

…um dia quem sabe!

Posted: Sexta-feira, Maio 21, 2010 in Pensamentos

Portishead

The Rip

O vazio

Posted: Sexta-feira, Maio 21, 2010 in Outros, Pensamentos
Etiquetas:

Quero respirar…

As palavras enrolam-se na garganta, a boca seca-me e os olhos enchem-se de água. A vida definha e a alegria esvai-se.

Os sonhos caem por terra, as conquistas viram derrotas…

Um lagarta anda no estômago, às voltas! Repete este eterno movimento. Sobe até à traqueia, numa ameaça de explodir em som.

Cala-se, contorce-se e alimenta-se das vísceras,

Um manjar de agonia

De despeito

De saudade…

Corta palha!

Posted: Sexta-feira, Abril 30, 2010 in Amigos, Pensamentos

Obrigada pelo apoio,

Compreensão,

Carinho,

Disponibilidade,

E muita mas muita paciência!!

Ana Coelho

Nunca me esqueço…

Posted: Quinta-feira, Março 25, 2010 in Pensamentos

… do cheiro!

O amor vai nos separar… outra vez!

Posted: Quinta-feira, Março 18, 2010 in Música, Pensamentos, Videos

Porque estou cansada de tentar fazer-te entender algo que não consegues sentir.

Desculpa…

Love will tear us apart again

Joy Division

When routine bites hard, and ambitions are low
And resentment rides high, but emotions won’t grow
And we’re changing our ways, taking different roads
Then love, love will tear us apart again —

Why is the bedroom so cold? You’ve turned away on your side
Is my timing that flawed – our respect run so dry?
Yet there’s still this appeal that we’ve kept through our lives
Love, love will tear us apart again —

You cry out in your sleep – all my failings expose
There’s a taste in my mouth, as desperation takes hold
Just that something so good just can’t function no more
When love, love will tear us apart again —